SDSN-JOVEM   

  • Instagram

A Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável Jovem da Amazônia (SDSN Youth Amazonia, em Inglês), é uma divisão da SDSN Global voltada para pessoas de até 30 anos, que busca envolver jovens dos países da bacia amazônica na agenda 2030.

 
 
Please reload

Carolina Ramírez

Carolina tem formação em engenharia florestal pela Universidad Nacional Agraria La Molina (UNALM) em Lima - Peru e possui mestrado em Ciências de Florestas Tropicais pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Carolina tem experiência profissional no manejo de produtos florestais madeireiros e não madeireiros, na instalação e monitoramento de parcelas permanentes, assim como na identificação das principais espécies arbóreas na floresta amazônica peruana e brasileira. Escreveu artigos acadêmicos sobre ecoturismo, crescimento de árvores e o efeito da seca nas árvores da floresta tropical. Atualmente, Carolina é responsável pela gestão da plataforma Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN-Amazônia) e é a coordenadora de rede juvenil da SDSN-Amazônia.

Adicione mais informações sobre este item..

Macarena Mairata

Macarena tem formação em Comunicação Social – Jornalismo pela Faculdade Martha Falcão, atualmente é acadêmica do curso de História pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Iniciou sua vida profissional escrevendo sobre movimentos sociais, manifestações políticas e direitos humanos para o Jornalistas Livres e Mídia Ninja. Escreveu artigos acadêmicos sobre Jornalismo Ambiental e o Mercado Jornalístico.  Tem experiencias com  jornalismo ativista, tendo feito parte das ONGs Greenpeace e Médicos sem Fronteiras. Atualmente, é responsável pela comunicação da rede SDSN-Amazônia na Fundação Amazonas Sustentável.

Beatriz Maia

Beatriz Maia é recém-formada em Ciências Econômicas na Universidade do Estado do Amazonas, pós-graduanda em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e voluntária da SDSN. Enquanto esteve na Universidade percebeu que as ciências sociais a atraiam e que futuramente, além de ser professora de nível superior, gostaria de ter experiência no terceiro setor. Estar na SDSN para Beatriz é uma ótima experiência, pois a possibilita de conhecer sobre diversos projetos e programas que são, ou foram, desenvolvidos na Amazônia, além de proporcionar sempre novas aprendizagens nas mais diversas áreas do conhecimento.

Adicione mais informações sobre este item..

Please reload