* Multilingual Content *

Países da Bacia Amazônica discutem soluções para a pobreza na Amazônia

14-Aug-2014

 

De 13 a 15 de agosto acontece em Manaus o Seminário Regional sobre Soluções para a Erradicação da Pobreza na Região Amazônica, que discute iniciativas de garantia de renda e inclusão produtiva nos países que compõem a região. O evento busca promover o intercâmbio de experiências entre os países da Bacia Amazônica, visando mapear soluções para a erradicação da pobreza aliadas à conservação. A abertura aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), no auditório D. Lidia Parisotto, sede da FAS.

 

“Esse seminário é emblemático porque fala da pobreza no Brasil, um país ainda em desenvolvimento e que possui uma biodiversidade muito grande. Os países que compõem a Bacia Amazônica possuem muitas semelhanças e podem compartilhar muitos avanços”, declarou o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana.

 

Entre os palestrantes estão Gary Stahl, representante do Unicef no Brasil; Robby Ramlakhan, secretário-geral da OTCA; Clemente Baena Soares, diretor do departamento da América do Sul II (MRE); Janine Mello dos Santos, diretora de Programas da Secretaria Extraordinária de Superação da Extrema Pobreza (MDS) e Ricardo Paes de Barros, Secretário de Ações Estratégicas da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR).


“É muito importante que tenhamos uma agenda produtiva, mas que essa agenda produtiva esteja ligada a uma agenda social. É fundamental para a erradicação da pobreza a conciliação da agenda econômica com o desenvolvimento social dessa região”, comentou Robby Ramlakhan, secretário geral da OTCA.

 

O evento terá dois dias de palestras e rodadas de discussões na FAS, com a presença de representantes de órgão e instituições do Amazonas, como, Suframa, Inpa, Ufam. No último dia, está prevista uma visita à Reserva de Desenvolvimento sustentável (RDS) Rio Negro, uma das Unidades de Conservação (UCs) beneficiadas pelo Bolsa Floresta, maior programa por serviços ambientais do mundo, em extensão.

 

“É preciso enaltecer a aproximação da OTCA da sociedade civil. A participação dessas várias instituições contribui para o fortalecimento do trabalho da OTCA, um interesse constante do Itamaraty para o fortalecimento da política externa”, explica Clemente Soares, representante do Ministério das Relações Exteriores.

 

Sobre a OTCA

A Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) é uma organização internacional integrada pelos oito países amazônicos: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. A OTCA tem como objetivo realizar ações conjuntas para o desenvolvimento sustentável da Bacia Amazônica, por meio da preservação do meio ambiente e do uso racional dos recursos naturais da região, associados ao desenvolvimento socioeconômico e à promoção do bem estar das populações amazônicas. A OTCA, além de um espaço de intercâmbio de experiências e de articulação política entre os países da Amazônia, é um organismo de promoção de projetos de cooperação sul-sul na área socioambiental. É a única organização internacional multilateral sediada no Brasil.

Please reload

CATEGORIAS
Please reload

ANTIGOS
Please reload