* Multilingual Content *

Amazon Day 2017 busca integrar organizações e sociedade em prol da Amazônia

14-Sep-2017

Evento será realizado simultaneamente no Brasil, Peru, Colômbia e Costa Rica

 

 

 

A primeira edição do Amazon Day (Dia da Amazônia), realizada no ano passado durante a Conferência Internacional sobre Desenvolvimento Sustentável (International Conference on Sustainable Development, ICSD em Inglês), na Universidade de Columbia em Nova Iorque, foi um momento importante para o que viria a ser uma data para se debater sobre as questões que envolvem a Amazônia em tempos de retrocessos na área ambiental no Brasil e no mundo.

A segunda edição está agendada para terça-feira, 19 de setembro, e ocorrerá simultaneamente em seis cidades de quatro países da bacia amazônica e América Central: Manaus (Brasil), Iquitos (Peru), Letícia (Colômbia), Moyobamba (Peru) e Turrialba (Costa Rica). As principais pautas serão quais os caminhos para a Amazônia nos próximos anos, focando no desenvolvimento, mas que respeite o meio ambiente e os seres humanos.

 

O evento surgiu por uma iniciativa da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN-Amazônia), em criar uma sessão dentro da Conferência focada na pauta sobre como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estão sendo alcançados nos países da Bacia Amazônica. Na edição deste ano, o evento trará a palestra do ambientalista Thomas Lovejoy, que é uma das maiores autoridades mundiais em Biodiversidade.

 

Para o Coordenador da Rede SDSN-Amazônia, Virgílio Viana, a importância de uma conferência como a ICSD e o Amazon Day extrapola as fronteiras do Brasil, pois busca envolver os países da Bacia Amazônica, o mundo pelo desmatamento zero e pela erradicação da pobreza na Amazônia.

 

“A Conferência Internacional sobre o Desenvolvimento Sustentável é muito importante num contexto onde o Brasil vem enfrentando diversos retrocessos na área ambiental e socioambiental na Amazônia. Nós temos o dever de salientar e mostrar com embasamento científico a importância da conservação da Amazônia, tanto para as pessoas que moram na região, quanto para o resto do Brasil e do planeta que se beneficia dos serviços ambientais das florestas da Amazônia. Essa agenda envolve os países amazônicos e é essencial para que a visão em comum sobre o futuro da Amazônia chegue ao desmatamento zero e erradicação pobreza na Amazônia”, disse Virgílio.

 

Para a secretária executiva da rede SDSN-Amazônia, Thais Megid Pinto, existe a necessidade de ampliar a discussão sobre a Amazônia para outras localidades e instituições.  Um dos papéis do Amazon Day é integrar mais instituições e a sociedade nesse debate.

 

“Integrar os hubs fora de Nova Iorque na temática dos ODS na Amazônia foi o que nos impulsionou para criar essa data. Nada melhor do que levar esse debate para organizações e para os povos que compõem a Bacia Amazônica. O Amazon Day é uma data para se falar sobre a Amazônia, seja em Nova Iorque, em Iquitos na Amazônia peruana ou em Manaus”, afirma Thais.

 

Os debates que ocorrerão nos hubs onde será transmitido a ICSD, haverá a construção de um documento intitulado “Visão para Amazônia 2030” com participação de diversas organizações e consulta pública em diversos locais da América do Sul.

 

Ano passado, o Amazon Day reuniu 27 instituições dos países da bacia amazônica e demais países ao redor mundo. Tal evento se destaca por ser um evento internacional que é sustentável e inclusivo. Com baixo custo em sua realização e pouca emissão de carbono, o Amazon Day se diferencia por ser acessível - de Nova Iorque para Amazônia -, todos podem assistir ao evento que será transmitido ao vivo pela internet no canal da SDSN-Amazônia no Youtube ou podem participar comparecendo em um dos locais onde o evento será transmitido.

 

No Brasil, em Manaus, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Impact HUB serão os hubs onde o evento será transmitido. No Peru, o Instituto de Investigaciones de la Amazônia Peruana (IIAP), localizado em Iquitos e a Asociación Amazónicos por la Amazonía (AMPA), que fica em Moyobamba, farão a transmissão do Amazon Day.

 

Na Colômbia, a transmissão do Amazon Day será feita no Instituto Amazónico de Investigaciones Científicas - Sinchi, localizado em Letícia. E a Costa Rica, também participará do evento onde o Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza - CATIE, localizado em Turrialba, fará a transmissão.

 

Evento para jovens

 

O braço jovem da Rede SDSN Amazônia - SDSN Jovem Amazônia - participará do evento.  Para isso, conta com parceria do Impact Hub, para transmissão do Amazon Day simultaneamente de Nova Iorque e para promover um debate com a participação dos jovens que residem em Manaus.

 

Para a coordenadora da SDSN Jovem Amazônia, Gabriela Sampaio, os jovens são importantes na construção de uma Amazônia sustentável, pois estes possuem energia e entusiasmo necessários para mover pessoas em prol de uma causa. “Os jovens serão os adultos de amanhã. Se nós não buscarmos integrá-los nesse debate, o que poderemos esperar dos adultos de amanhã? Eles serão as primeiras pessoas que vão ter noção da importância dos ODS e, claro, da importância da Amazônia para as próximas gerações. Por isso, acreditamos nos jovens, acreditamos que eles podem fazer a diferença na construção de um mundo sustentável, de uma Amazônia sustentável”, conta Gabriela. A transmissão da conferência ICSD e do Amazon Day será ao vivo direto de Nova Iorque pelo canal da SDSN Amazonia no Youtube: goo.gl/69ih5x

 

 

Hubs no Brasil

 

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA

Endereço: Rua Bem Te Vi, s/nº, Petrópolis, Manaus - AM, 69067-375.

Telefone: (92) 3643-3100

Website: http://portal.inpa.gov.br/

 

Escola Superior de Ciências da Saúde ESA-UEA

Endereço: 1859, Av. Carvalho Leal, 1693 - Cachoeirinha, Manaus- AM.

Telefone: (92) 3214-5784 / (92) 3878-4350

Website: www.uea.edu.br/

 

Impact Hub Manaus

Endereço: Av. Efigênio Salles, 1299 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-020

Telefone: (92) 3236-0658

Website: https://manaus.impacthub.net/

 

Hubs no Peru

 

AMPA PERÚ

Endereço - Mz N Lt 1 Urb. Vista Alegre, 042 Moyobamba

Telefones: (042) 342 698 / (51) 99983 2742

E-mail: ampa@ampaperu.info

Website: www.ampaperu.info

 

Instituto de Investigaciones de la Amazônia Peruana - IIAP

Av. José A. Quiñones km. 2.5 - Apartado Postal 784 - Iquitos

Telefones: +51+65+265515 / +51+65+265516.

Website: http://www.iiap.org.pe/

 

Hub na Colômbia

 

Instituto Amazónico de Investigaciones Científicas - Sinchi

Av. Vásquez Cobo  - Letícia

Telefones: (57+8)5925481 - 5925479

Website: https://www.sinchi.org.co/

 

Hub na Costa Rica

 

Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza - CATIE

Sede Central, CATIE. Cartago, Turrialba 30501 Costa Rica

Telefone: (506)2558-2000

comunica@catie.ac.cr / catie@catie.ac.cr

Website: https://www.catie.ac.cr

 

Sobre a ICSD

 

Em 2013, foi realizada uma reunião em Dakar, no Senegal, para encontrar soluções para os complexos desafios do desenvolvimento sustentável. Os participantes sentiram que era necessária uma conferência maior para levar os outros ao diálogo e, portanto, em um auditório da Universidade Cheikh Anta Diop, foi decidido que os programas da Associação Global de Mestrado em Desenvolvimento fossem parceiros da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável para lançar o primeiro ICSD.

 

Em setembro de 2013, ocorreu o primeiro ICSD, seguido de conferências em 2014, 2015 e 2016. O ICSD reúne profissionais do setor privado, academia, governo e sociedade civil, juntamente com estudantes das melhores universidades do mundo.

 

Rede SDSN-Amazônia

 

A Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável para a Amazônia (SDSN-Amazônia) foi lançada em 18 de março de 2014 na Fundação Amazonas Sustentável (FAS). A SDSN-Amazônia visa articular uma rede regional da Bacia Hidrográfica Amazônica focada em centros de conhecimento, academia, organizações da sociedade civil, instituições do setor público e privado e aspira acelerar o desenho e implementação de caminhos e soluções sustentáveis para a Amazônia.

 

Esta iniciativa faz parte da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável da ONU (SDSN Globa http://unsdsn.org/). A SDSN Global foi lançada em 2012 para mobilizar o conhecimento científico e tecnológico global sobre os desafios do desenvolvimento sustentável, incluindo a concepção e implementação da agenda global de desenvolvimento sustentável pós 2015.

 

Please reload

CATEGORIAS
Please reload

ANTIGOS
Please reload