* Multilingual Content *

Soluções de combate à Covid-19 são foco do Prêmio SDSN Amazônia com inscrições até dia 30

15-Jun-2020

 

Encerra no dia 30 de junho o prazo de inscrições para o Prêmio SDSN Amazônia. A iniciativa da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia), em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS), visa identificar e reconhecer as melhores soluções para questões socioambientais da região e tem premiação de 3,5 mil dólares. O formulário para cadastro dos projetos está disponível no link.

 

Neste ano, o tema do prêmio é “Soluções sustentáveis para enfrentar à COVID-19 na Amazônia”. O foco são iniciativas que já estão em curso, voltadas para o combate ao novo coronavírus em comunidades indígenas, tradicionais e urbanas de baixa renda.

 

Podem participar da chamada as ações realizadas e implementadas por universidades, centros de pesquisa e organizações da sociedade civil de toda a região panamazônia que sejam membros da SDSN Amazônia. As organizações que não integram a rede devem fazer o pedido de adesão preenchendo o formulário de filiação no site.

 

“Essa iniciativa busca reconhecer e dar visibilidade aos projetos já existentes, bem como estimular e disseminar as práticas bem sucedidas e reconhecê-las como possíveis soluções para o desenvolvimento sustentável da Amazônia”, destaca a secretária executiva da SDSN Amazônia, Carolina Ramírez Méndez. 

 

A premiação vai considerar projetos nas categorias: acesso à serviço de saúde, educação, alimentos, água potável e saneamento, trabalho decente e crescimento econômico, consumo e produção sustentável, além de ações para o período pós-Covid.  As soluções devem estar na fase de implementação ou ter sido implementadas.

 

A avaliação das iniciativas será realizada com base em critérios de relevância, caráter inovador e sustentabilidade, viabilidade financeira, escalabilidade, impacto atual ou potencial, alinhamento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e resposta à Covid-19.

 

Premiação

 

Os 20 projetos mais relevantes serão publicados na Plataforma de Soluções Sustentáveis da SDSN Amazônia (http://maps.sdsn-amazonia.org/). Essa plataforma online, georreferenciada e trilíngue (português, espanhol e inglês) divulga novas tecnologias, modelos de negócios e políticas que tenham potencial impacto transformador no desenvolvimento sustentável da região.

 

Um evento de premiação será realizado no dia 28 de julho para apresentar as cinco melhores soluções. Três delas receberão prêmios em dinheiro: o primeiro lugar receberá 2 mil dólares, o segundo lugar ganha mil dólares e o terceiro colocado 500 dólares.

 

Edição passada

 

Na chamada de 2019 foram submetidas 24 soluções inovadoras desenvolvidas na Amazônia, sendo 14 do Brasil, quatro do Equador, quatro do Peru, uma solução da Colômbia e uma da Bolívia. As iniciativas estão disponíveis na Plataforma de Soluções da SDSN Amazônia.

 

O projeto “Gastronomia com sabor a conservação”, da ONG peruana Amazónicos por La Amazonía (Ampa Perú), foi o grande vencedor do prêmio. A solução desenvolvida na região de San Martín acompanha as associações da Amazônia peruana na realização e na gestão de áreas de conservação conectando a grande dispensa da Amazônia Andina, com a cadeia gastronômica peruana e com cozinheiros renomados nacional e internacionalmente. Mas  assegurando a sustentabilidade dos suprimentos, a defesa das florestas e melhorando a qualidade de vida dos camponeses.

 

Além do projeto vencedor, os outros dois colocados receberam menção honrosa pela qualidade dos projetos: Programa de Incubação e Aceleração da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e Meliponicultura: Tecnologia social para povos e comunidades tradicionais da Amazônia, do Instituto Peabiru.

Please reload

CATEGORIAS
Please reload

ANTIGOS
Please reload