* Multilingual Content *

Vencedores do Prêmio SDSN Amazônia 2020 serão anunciados nesta quinta

3-Aug-2020

 

Iniciativa premiará três soluções de enfrentamento à Covid-19 na Pan-Amazônia com um total de 3,5 mil dólares

 

Soluções inovadoras para os desafios ocasionados pela pandemia da Covid-19 na região amazônica, lideradas por universidades, centros de pesquisa e organizações da sociedade civil, serão apresentadas e reconhecidas no evento virtual do Prêmio SDSN Amazônia 2020, que será realizado nesta quinta-feira (6), às 10h (horário de Manaus), pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia). As inscrições para assistir à premiação devem ser feitas através do link.

 

O Prêmio SDSN Amazônia foi lançado em maio deste ano, em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS), a Agência de Cooperação Alemã (GIZ) e o Instituto Amigos da Amazônia (iAMA). Em sua terceira edição, a iniciativa teve como objetivo identificar boas práticas e soluções sustentáveis para o enfrentamento do novo coronavírus em comunidades indígenas, tradicionais e urbanas de baixa renda na Pan-Amazônia.

 

“A proposta é dar visibilidade e incentivar soluções que estão garantindo apoio a essas populações, particularmente vulneráveis devido ao seu isolamento e acesso limitado à cuidados médicos”, destaca a secretária executiva da SDSN Amazônia, Carolina Ramírez Méndez.

 

A premiação considerou projetos nas categorias: acesso à serviço de saúde, educação, alimentos, água potável e saneamento, trabalho decente e crescimento econômico, consumo e produção sustentável, além de ações para o período pós-Covid. 

 

Ao todo, foram submetidas 11 propostas, oriundas de instituições do Brasil, Equador e Peru. No evento virtual, serão apresentadas as cinco soluções que receberam o maior destaque pelo Comitê Técnico-Científico da SDSN Amazônia, presidido pelo pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Adalberto Luis Val.

 

Os três primeiros colocados receberão prêmios em dinheiro: o primeiro lugar receberá 2 mil dólares, o segundo lugar ganhará mil dólares e o terceiro colocado 500 dólares.

 

Soluções finalistas

 

Entre os cinco finalistas, está o projeto “Rota da Saúde Indígena Amazônica”, da organização Hivos, que busca solucionar problemas de acesso à serviços saúde na região amazônica equatoriana, através da construção participativa de redes e microrredes de serviços de saúde.

 

A Universidade Regional Amazônica Ikiam, do Equador, tem duas soluções concorrendo à premiação. A primeira é a “Criação do curso de Biocomércio: um curso inovador focado no fortalecimento de bioempresas na Amazônia” e a segunda é a “Padronização de técnicas moleculares para a detecção dos genes E e RdRP de Sars-CoV2 em amostras clínicas com suspeita de doença de coronavírus 2019 (COVID-19)”.

 

Do Brasil, participa o Núcleo de Apoio à População Ribeirinha da Amazônia (NAPRA) com a solução “Apoio emergencial no enfrentamento da COVID-19 às comunidades ribeirinhas em situação de vulnerabilidade, localizadas no Baixo Rio Madeira – RO”, que aborda três principais eixos temáticos: assistência emergencial, educação e saúde.

 

Completando a lista de finalistas, está a solução “Salve a floresta”, da organização peruana We Can Be Heroes. O projeto propõe o desenvolvimento da capacidade das comunidades indígenas do Rio Napo para o uso sustentável de aguaje na floresta de conservação localizada na província de Maynas, região de Loreto, no Peru.

 

Plataforma de Soluções

 

Além de concorrer à premiação, os projetos mais relevantes serão publicados na Plataforma de Soluções Sustentáveis da SDSN Amazônia, uma plataforma online, georreferenciada e trilíngue (português, espanhol e inglês) que tem como foco a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Amazônia.

 

A ferramenta é um canal difusão de novas tecnologias, modelos de negócios e políticas que têm potencial impacto transformador no desenvolvimento sustentável da região. O espaço é voltado para soluções que estão na fase de implementação ou já foram implementadas.

 

Sobre a SDSN Amazônia

 

A SDSN Amazônia é uma rede que visa integrar os países da Bacia Amazônica, mobilizando universidades, organizações não governamentais, centros de pesquisa, instituições governamentais e privadas, organizações multilaterais e sociedade civil para promover a resolução prática de problemas para o desenvolvimento sustentável da região. A iniciativa faz parte da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável da ONU (SDSN Global) e tem a secretaria executiva realizada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS). 

Please reload

CATEGORIAS
Please reload

ANTIGOS
Please reload